Brasil tem novo unicórnio que vale mais de R$ 1 bilhão

02/10/2020

Após o anúncio de investimentos de US$ 225 milhões na segunda-feira (28), a VTEX entrou para o seleto grupo de unicórnios brasileiros, apelido dado a start-ups avaliadas em US$ 1 bilhão ou mais. A plataforma de soluções para o comércio eletrônico é a 11ª empresa de base tecnológica nacional a alcançar o feito, a segunda em 2020.

O histórico de start-ups de grande sucesso é recente no País. A primeira a alcançar o título de unicórnio foi a 99, que oferece plataforma digital para motoristas e passageiros. Ela foi comprada em janeiro de 2018 pelo grupo chinês Didi Chuxing por US$ 1 bilhão.

No mesmo ano, outras quatro start-ups brasileiras superaram essa marca: Nubank, Stone e iFood. Em 2019, considerado o melhor já registrado pelo ecossistema nacional de start-ups, foram outras cinco: Loggi, Gympass, QuintoAndar, Ebanx e Wildlife.

No início de 2020, a Loft, especializada em comprar, reformar e vender imóveis, também entrou no grupo que agora recebe a VTEX. Confira os 11 unicórmios brasileiros:

APP 99
Fundada em 2012 como uma plataforma para motoristas de táxi, depois aberta para autônomos, a 99 se tornou o primeiro unicórnio brasileiro em janeiro de 2018, após ser adquirida pela chinesa Didi Chuxing em negócio avaliado em US$ 1 bilhão.

Nubank
Com foco nos milhões de brasileiros desbancarizados, o Nubank nasceu em 2013 com a proposta de facilitar o acesso ao cartão de crédito. A aposta deu certo e, em março de 2018, a empresa superou o marco de US$ 1 bilhão em valor. Em julho do ano passado, se tornou o primeiro "decacórnio" nacional, avaliada em US$ 10 bilhões.

Stone
A Stone ganhou destaque por desbravar o mercado de máquinas de cartões antes dominado por gigantes e conquistar o seu espaço. Porém, sua classificação como unicórnio é controversa, pois alcançou a marca de US$ 1 bilhão em valor de mercado após seu IPO, em outubro de 2018. Algumas listas a deixam de fora, por considerarem unicórnios apenas empresas de capital fechado.

Ifood
Criado em 2011 para facilitar o pedido de entrega de comida em restaurantes, o iFood se tornou unicórnio em novembro de 2018, após receber aporte de US$ 500 milhões. O serviço ganhou importância durante a pandemia, mas também críticas pela situação dos entregadores.

Loggi
A Loggi transformou o mercado de courrier, colocando os clientes que desejam entregar objetos em contato direto com os motoboys. Foi dessa forma que a empresa fundada no Brasil pelo francês Fabien Mendez conseguiu investimento de US$ 150 milhões do SoftBank em junho do ano passado, conquistando o título de unicórnio. 

Gympass
A Gympass funciona como um Spotify do exercício físico. Por uma assinatura mensal, os usuários têm acesso a uma rede de milhares de academias parceiras. O modelo chamou a atenção de investidores, que aportaram US$ 300 milhões na companhia em junho de 2019, transformando-a em mais um unicórnio brasileiro.

QuintoAndar
O QuintoAndar nasceu em 2013 com a missão de desburocratizar os aluguéis de imóveis no país. Para os inquilinos, nada de fiador ou caução; e aos proprietários a garantia do pagamento na data estipulada, mesmo que o locatário atrase. Em setembro do ano passado, recebeu aporte de US$ 250 milhões e superou os US$ 1 bilhão em valor. 

Ebanx
Com sede em Curitiba, a Ebanx realiza o processamento de pagamentos em reais para empresas estrangeiras, como Spotify e Airbnb. Em outubro do ano passado recebeu investimento do fundo de private equity FTV, se tornando primeiro unicórnio da Região Sul do País.

Wildlife Studios
Fundado em 2011 como Top Free Games, o Wildlife Studios é a maior desenvolvedora nacional de games. Com foco em dispositivos móveis, a empresa tem títulos de sucesso, com milhões de jogadores. Em rodada de investimento em agosto do ano passado, foi avaliada em US$ 3 bilhões. 

Loft
O negócio da Loft é comprar, reformar e revender imóveis, mas na escala dos negócios digitais. Apenas no ano passado foram mais de mil apartamentos residenciais negociados. Fundada em 2018, levou menos de dois anos para se tornar unicórnio, alcançando o posto em janeiro deste ano. 

VTEX
A carioca VTEX oferece serviços que estão por trás dos sites de comércio eletrônico, ajudando os varejistas a converterem vendas. Com o aporte recebido nesta semana, se tornou o 11º unicórnio brasileiro. 


Veja também

Vestibular arrecada alimentos para desabrigados da chuva

Vestibular arrecada alimentos para desabrigados da chuva

13/07/2017 - As famílias de municípios da Zona da Mata Sul de Pernambuco que ainda estão lutando para retomar a rotina depois da dev...

O que considerar antes de abrir um negócio

O que considerar antes de abrir um negócio

17/04/2019 - Abaixo, alguns questionamentos que precisam ser feitos por qualquer pessoa antes de partir para a abertura do próprio negócio ...

Formação jurídica tem destaque no curso de Administração

Formação jurídica tem destaque no curso de Administração

23/01/2019 - A formação jurídica das empresas é um dos pilares do curso de Administração da Faculdade Europeia....

Aulas continuam suspensas nesta segunda (28/5)

Aulas continuam suspensas nesta segunda (28/5)

28/05/2018 - As aulas na Faculdade Europeia seguem suspensas nesta segunda-feira (28/5/2018) em função da permanência da greve dos ca...