MEIs desperdiçam benefícios por atraso

11/06/2018
Além de proporcionar a formalização do negócio, o cadastro do Microempreendedor Individual (MEI) também pode garantir direitos previdenciários aos pequenos empresários. Direitos conhecidamente assegurados aos trabalhadores submetidos à CLT, como aposentadoria, salário maternidade e auxílio doença, também se estendem aos empreendedores que estão em situação regular. Em Pernambuco, no entanto, mais de 66% dos MEIs estão em débito com a Receita Federal e, por isso, desacobertados desses benefícios.

O dado é do Sebrae, referente a janeiro deste ano. A média local de inadimplência chega a ser maior que a média nacional, registrada em 64,56%. “Para assegurar esses direitos, o empreendedor que estiver inadimplente pode parcelar seu débito através do Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br) e, após a quitação e o período de carência, os benefícios são retomados”, explica o analista do Sebrae-PE Luiz Nogueira.

Os direitos previdenciários têm diferentes períodos de carência (confira na arte ao lado), que passa a contar a partir da data do primeiro pagamento da contribuição mensal, o DAS, ou da quitação do débito. Caso o contribuinte atenda a todos os requisitos, o valor dos benefícios são equivalentes a um salário mínimo (atualmente equivalente a R$ 954).

Os valores cobrados variam de acordo com o segmento de atuação do microempreendedor. Para os pequenos empreendedores da indústria e comércio o valor é de R$ 48,70; de serviços o imposto é de R$ 52,70 e aqueles que atuam nos três segmentos são cobrados em R$ 53,70 por mês.
“Por conta da facilidade de se formalizar através do Portal do Empreendedor, muitas pessoas esquecem de se preparar, de conhecer seus deveres e direitos. Por conta da falta de pagamento do DAS, muitos empreendedores tiveram seus CNPJs cancelados”, afirma o gestor da Agência do Empreendedorismo de Pernambuco, Murilo Nóbrega. De acordo com dados do Sebrae, no início deste ano 50 mil CMPJs de MEIs foram cancelados em Pernambuco por inadimplência.

Para evitar uma penalidade mais extrema, o pequenos empresários podem recorrer às orientações gratuitas de diversos órgãos. A Agência do Empreendedorismo, por exemplo, realiza todas as quartas-feiras, às 9h, uma palestra sobre a lei do empreendedor para esclarecer sobre os direitos e deveres daqueles que se formalizam como MEI. As segundas-feiras são reservadas a consultorias contábeis gratuitas. A estrutura funciona dentro da Junta Comercial do Estado de Pernambuco (Jucepe), na Rua Imperial, 1600, bairro de São José, Centro do Recife. Consultorias gratuitas e orientações também são oferecidas pelo Sebrae, mediante agendamento, na Rua Tabaiares, 360, Ilha do Retiro, na Área Central do Recife

Veja também

As vantagens do curso de Administração da Europeia

As vantagens do curso de Administração da Europeia

20/11/2017 - Na entrevista a seguir, o coordenador do curso de Bacharelado em Administração da Faculdade Europeia, professor Gilson Feitosa...

Conheça o novo curso de Recursos Humanos da Europeia

Conheça o novo curso de Recursos Humanos da Europeia

16/10/2017 - Na entrevista a seguir, o coordenador do curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da Faculdade Europeia, professor Almir Rod...

Estabilidade na profissão vem com qualificação

Estabilidade na profissão vem com qualificação

23/07/2018 - Estabilidade e sucesso profissional estão diretamente relacionados à busca contínua por qualificação. &Ea...

Conheça o Curso de Bacharelado em Administração da Europeia

Conheça o Curso de Bacharelado em Administração da Europeia

06/11/2017 - O Bacharelado em Administração é o curso âncora da Europeia e em 2018 estará passando por um processo de m...